Agende uma consulta

Maio vermelho: câncer de boca deve ter 15 mil novos diagnósticos por ano no Brasil

Escrito por: Dr. Rafael ScarpariCirurgião de Cabeça e Pescoço do IOP

Introdução

O mês de maio é marcado pelo movimento “Maio Vermelho”, que busca conscientizar a população sobre o câncer de boca. Essa doença, considerada o quinto tumor mais comum em homens no Brasil, apresenta a maioria dos casos diagnosticados em estágios avançados. Estima-se que, a cada ano, o país tenha cerca de 15.100 novos casos de câncer de boca, sendo 10.900 em homens e 4.200 em mulheres.

Sintomas e Regiões Afetadas

O Dr. Rafael Scarpari, Cirurgião de Cabeça e Pescoço do IOP – Instituto de Oncologia do Paraná, destaca os principais sintomas dessa doença. Feridas nos lábios e na boca que não cicatrizam em um período superior a 15 dias, manchas ou placas vermelhas ou esbranquiçadas na boca, sangramentos inexplicáveis em qualquer região da boca, nódulos no pescoço e rouquidão persistente são alguns dos sinais de alerta. Em estágios mais avançados, a pessoa pode apresentar dificuldade para falar, mastigar ou engolir.

As regiões afetadas pelo câncer de boca podem variar, incluindo lábios, gengiva, bochechas, céu da boca (palato), língua (principalmente as bordas) e assoalho da boca (região embaixo da língua).

Fatores de Risco

É fundamental conscientizar a população sobre os fatores de risco associados a essa doença. O tabagismo e o consumo excessivo de bebidas alcoólicas são os principais fatores de risco. Quanto maior o número de cigarros e de doses de bebidas alcoólicas ingeridas, maiores são as chances de desenvolver a doença. Além disso, a exposição ao sol sem proteção é um fator de risco para o desenvolvimento de câncer nos lábios. O vírus HPV (Papiloma Vírus Humano), quando transmitido por sexo oral, também está associado a casos de câncer na cavidade oral.

Prevenção

Para diminuir o risco de desenvolver câncer de boca, é importante seguir algumas orientações:

  1. Não fumar: O tabagismo é um dos principais fatores de risco para o câncer de boca. Parar de fumar ou evitar o início desse hábito é essencial para a prevenção.
  2. Evitar o consumo de bebidas alcoólicas: O consumo excessivo de álcool aumenta as chances de desenvolver a doença. É importante moderar o consumo ou evitar completamente.
  3. Alimentação saudável: Ter uma alimentação rica em frutas, verduras e legumes pode ajudar a prevenir o câncer de boca. Esses alimentos são fontes de vitaminas e antioxidantes que fortalecem o sistema imunológico.
  4. Proteção solar: Ao se expor ao sol, principalmente nos horários de pico, é importante utilizar protetor labial e chapéus para proteger os lábios dos raios ultravioleta.
  5. Uso de preservativo: Durante a prática do sexo oral, é recomendado o uso de preservativo (camisinha) para reduzir o risco de infecção pelo vírus HPV.

Diagnóstico Precoce

O autoexame é uma ferramenta importante para o diagnóstico precoce do câncer de boca. Recomenda-se que seja realizado mensalmente, observando possíveis alterações na boca e nos lábios. Caso alguma lesão suspeita seja identificada, é fundamental procurar um dentista ou médico para uma avaliação mais detalhada. O exame clínico da boca é simples e pode ser realizado durante consultas odontológicas ou médicas.

Tratamento e Prognóstico

O tratamento do câncer de boca depende do estágio da doença e pode envolver cirurgia, radioterapia, quimioterapia ou uma combinação dessas modalidades. O prognóstico varia de acordo com o estágio do tumor no momento dodiagnóstico e a resposta ao tratamento. Quando detectado precocemente, as chances de cura são maiores.

FAQ (Perguntas Frequentes)

Aqui estão algumas perguntas frequentes sobre o câncer de boca:

  1. Quais são os principais sintomas do câncer de boca?
    Os principais sintomas incluem feridas que não cicatrizam, manchas vermelhas ou esbranquiçadas na boca, sangramentos inexplicáveis, nódulos no pescoço e rouquidão persistente.
  2. Quais são os fatores de risco para o câncer de boca?
    Os principais fatores de risco são o tabagismo, o consumo excessivo de álcool, a exposição ao sol sem proteção e a infecção pelo vírus HPV.
  3. Como posso prevenir o câncer de boca?
    Para prevenir o câncer de boca, é importante não fumar, evitar o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, ter uma alimentação saudável, proteger os lábios do sol e usar preservativo durante o sexo oral.
  4. Qual é a importância do diagnóstico precoce?
    O diagnóstico precoce aumenta as chances de sucesso no tratamento e de cura do câncer de boca. Por isso, é fundamental realizar o autoexame regularmente e procurar um profissional de saúde ao identificar qualquer alteração suspeita.
  5. Quais são as opções de tratamento para o câncer de boca?
    O tratamento pode envolver cirurgia, radioterapia, quimioterapia ou uma combinação dessas modalidades, dependendo do estágio da doença.

Conclusão

O câncer de boca é uma doença séria que requer atenção e cuidados. Através do movimento “Maio Vermelho” e da conscientização sobre os sintomas, fatores de risco e prevenção, podemos combater essa doença e garantir um diagnóstico precoce. Lembre-se de realizar o autoexame regularmente e procurar um profissional de saúde ao identificar qualquer alteração suspeita. A prevenção e o diagnóstico precoce são fundamentais para aumentar as chances de cura e qualidade de vida dos pacientes.

Tags

O IOP utiliza cookies e tecnologias semelhantes que nos ajudam a fornecer melhor experiência e navegação. Ao clicar no botão “Concordar” ou continuar a navegar em nosso site, você está ciente e concorda com o uso de cookies.