O Papel Essencial do Médico Patologista no Tratamento do Câncer Introdução

5 de agosto de 2023

Hoje, queremos parabenizar os médicos patologistas, profissionais fundamentais para o diagnóstico e tratamento do câncer. Eles desempenham um papel crucial ao fornecer laudos de exames, identificar se o tumor é benigno ou maligno e analisar nódulos, lesões e suspeitas de doenças. Neste post, vamos destacar a importância desses especialistas na equipe de cuidados com o câncer e como eles contribuem para o tratamento personalizado e preciso.

 

A Importância do Médico Patologista

No tratamento moderno do câncer, a colaboração entre diversos profissionais da saúde é essencial, com foco no cuidado centrado no paciente. Nesse contexto, o médico patologista é um integrante valioso da equipe. Sua atuação é de extrema relevância para o diagnóstico e identificação de alterações que ajudam a determinar o melhor tratamento e a previsão da evolução da doença em cada paciente.

 

O Processo de Avaliação

O Dr. Sergio Ossamu Ioshii, patologista que integra o Mantis Diagnósticos Avançados, do mesmo grupo do qual o IOP faz parte, explica que o trabalho do médico patologista envolve a análise de líquidos, fragmentos de tecidos, órgãos e, em alguns casos, autopsias. As avaliações utilizam diversos métodos, incluindo a observação a olho nu, microscopia comum, microscopia eletrônica e, mais recentemente, métodos moleculares e inteligência artificial em lâminas histológicas digitalizadas.

 

Diagnóstico Personalizado

Graças ao amplo conhecimento sobre diversas doenças e a experiência acumulada, o médico patologista é capaz de emitir diagnósticos precisos. Esses diagnósticos podem incluir informações sobre tumores, se são benignos ou malignos, bem como doenças não tumorais. A troca de experiências com outros profissionais também contribui para a qualidade do diagnóstico, pois muitas vezes são os detalhes, mesmo microscópicos e moleculares, que fazem a diferença na escolha do tratamento mais indicado para cada paciente.

 

Avanços Tecnológicos na Patologia Oncológica

Com o rápido desenvolvimento de novas terapias na área oncológica, os laboratórios de patologia e os médicos patologistas desempenham um papel crucial no adequado manuseio das amostras de tecido ou tumores removidos dos pacientes. É essencial preservar as características biológicas das amostras, respeitando-se os limites temporais e utilizando os reagentes adequados para fixação. Além disso, a utilização de diversas ferramentas tecnológicas, como análises moleculares e inteligência artificial, auxilia na emissão de pareceres precisos e no direcionamento das melhores terapias.

 

Tags