Conheça o trabalho do Ambulatório de Suporte Nutricional do Grupo IOP

6 de maio de 2021

Conheça o trabalho do Ambulatório de Suporte Nutricional do Grupo IOP

Para contribuir e potencializar ainda mais o tratamento de seus pacientes, o Instituto de Oncologia do Paraná – IOP e o Valencis Curitiba Hospice possuem um Ambulatório de Suporte Nutricional para pacientes em tratamento com quimioterapia ou cuidados paliativos. O objetivo é fornecer suporte nutricional para todos que estão com dificuldade em se alimentar, perdendo peso ou têm sintomas de perda de massa magra.

O ambulatório também é indicado para aqueles pacientes que precisam perder peso após o término do tratamento e para os que necessitam de preparo nutricional para alguma cirurgia. O cirurgião oncológico e especialista em Terapia Nutricional do Instituto de Oncologia do Paraná – IOP e do Valencis Curitiba Hospice, Vinícius Basso Preti, explica que tanto as nutricionistas quanto o médico podem atuar no combate aos sintomas de desnutrição do paciente. “Quando se trabalha em equipe o resultado é ainda melhor. Casos mais complexos são discutidos em reunião da Equipe Multidisciplinar de Terapia Nutricional – EMTN, em que participam a enfermagem, as farmacêuticas, a psicóloga, as nutricionistas e o médico da terapia nutricional”, cita.

O suporte nutricional para pacientes em quimioterapia é feito de maneira individualizada. Tanto as nutricionistas quanto os médicos do IOP podem encaminhar os pacientes para consulta no Ambulatório de Suporte Nutricional. “Os pacientes são submetidos à avaliação com bioimpedância para verificar qual o maior déficit e assim podemos definir qual o melhor suplemento ou dieta enteral a ser administrada. Todos os pacientes em quimioterapia passam por avaliação nutricional e alguns necessitarão do suporte médico auxiliar. O importante é prevenir a perda de peso e principalmente a perda de massa magra durante a quimioterapia, uma vez que esses dois fatores influenciam na taxa de sucesso do tratamento, incluindo a taxa de sobrevida futura”, expõe o cirurgião oncológico.

Para os pacientes em cuidados paliativos é necessária uma abordagem diferenciada, uma vez que muitos têm necessidades especiais em fases diferentes. Durante os cuidados paliativos em que recebem quimioterapia, as necessidades nutricionais são especificas, em outras fases, como a terminalidade, a principal função é dar conforto. São feitos ajustes na dieta para evitar alimentos que possam piorar a qualidade de vida do paciente e também para dar conforto.

Cada fase de tratamento é diferente, por isso é importante garantir os nutrientes que os pacientes precisam durante aquela determinada fase que estão passando. “Por exemplo, sabemos que a obesidade é um fator de risco para o câncer de mama, mas durante a quimioterapia não é recomendada a perda de peso e nesta fase os requerimentos de calorias e de proteínas são maiores. Já quando queremos que o paciente perca peso, após o fim do tratamento, o foco é totalmente diferente e as prescrições precisam ser mudadas.”

Outra questão que mostra como é fundamental levar em conta a individualidade de cada caso é a forma recomendada para a administração da terapia, dentre elas a Terapia Nutricional Via Oral (VO), Enteral (TNE), Parental (NP) e Hidratação Endovenosa (EV), principalmente em pacientes paliativos.  “A via oral é sempre a preferida, por ser mais fisiológica e confortável ao paciente. Quando o aporte de calorias e/ou de proteínas não é suficiente, e isto é avaliado pela equipe de nutrição, adicionamos suplementos. Quando o paciente tem dificuldade de se alimentar, devido a alterações na boca, pescoço ou esôfago, as sondas podem ser necessárias. A Terapia Parenteral, por ser a mais associada a complicações, tem indicações muito precisas e para poucos casos de pacientes paliativos. A Hidratação Endovenosa é necessária quando não se pode mantê-la por via oral ou por sonda. Todas as administrações por veia (Nutrição Parenteral e Hidratação Endovenosa) dependem de uma discussão multidisciplinar e com objetivos bem definidos”, ressalta Vinícius Basso Preti.

Converse com a equipe do IOP que acompanha o seu tratamento para mais informações sobre o Ambulatório de Suporte Nutricional.

Buy traffic for your website