Mantenha hábitos saudáveis e não acredite em fórmulas milagrosas

6 de abril de 2016

Mantenha hábitos saudáveis e não acredite em fórmulas milagrosas

Diariamente as pessoas recebem informações sobre pílulas ou fórmulas milagrosas que podem resolver os mais diversos problemas de saúde e, na maioria das vezes, num curto espaço de tempo. Porém, esses anúncios não saem do papel, uma vez que não existem receitas mágicas para resolver os problemas, principalmente quando tratamos da saúde.

A endocrinologista e metabologista do IOP, Dra. Juliana Kaminski, conta que atualmente as pessoas possuem dificuldades em manter um estilo de vida saudável e, por esse motivo, acreditam que é mais fácil ir atrás de ‘falsos gurus’ para solucionar seus problemas de saúde.  “A internet facilitou a entrada desse ‘mercado negro’ dentro da casa das pessoas, com maneiras para emagrecer, rejuvenescer e repor hormônios que nem estão em falta para aquela pessoa, entre outras promessas.”

A endocrinologia trata de distúrbios muito prevalentes na população mundial, como obesidade, diabetes, problemas na tireoide e osteoporose. A obesidade, por exemplo, não pode ser encarada apenas como uma questão estética, pois ela é fator de risco para diabetes, hipertensão, doença cardíaca, derrame e tumores. Dentre os tumores relacionados à obesidade, destaca-se o câncer de mama, que é um dos mais prevalentes no sexo feminino.

Na área da oncologia, muitas vezes pode ser necessária a colaboração do médico endocrinologista. “Pacientes em tratamento com quimioterapia podem ser encaminhados para adequar seu controle metabólico. Pacientes diabéticos e que irão se submeter à remoção cirúrgica de um tumor, por exemplo, devem ser encaminhados para otimizar os níveis glicêmicos, a fim de evitar complicações no pós-operatório. Além disso, pacientes submetidos à irradiação cervical podem, posteriormente, desenvolver hipotireoidismo e então necessitar de reposição do hormônio da tireoide”, ressalta Dra. Juliana.

O tratamento da obesidade consiste, principalmente, na mudança de estilo de vida, mediante a aquisição de hábitos saudáveis, e pode ser complementado com medicamentos, porém há poucas opções de fármacos para controle de peso. Em contrapartida, para o tratamento da diabetes, o arsenal terapêutico evoluiu bastante na última década. “A indústria farmacêutica colaborou com novas medicações por via oral e novas insulinas, facilitando o tratamento da diabetes tipo 2, mesmo nos casos em que o paciente está passando por tratamento oncológico. No entanto, adquirir hábitos de vida saudáveis ainda é o melhor caminho para combater os problemas de saúde. A principal dica é manter uma rotina de vida correta e menos turbulenta, dessa maneira a qualidade de vida será cada vez maior”, finaliza.

HÁBITOS SAUDÁVEIS

  • Prefira uma alimentação balanceada, nutritiva e em conformidade às necessidades do organismo;
  • Procure praticar regularmente atividades físicas;
  • Importante não ter vícios, por exemplo, tabagismo, álcool, etc.;
  • Dentro do possível, evite o stress.

 

Leia mais: Atividades físicas são aliadas na prevenção e tratamento do câncer