O papel do cardio-oncologista no tratamento contra o câncer

11 de agosto de 2021

O papel do cardio-oncologista no tratamento contra o câncer

A cardiologia é a especialidade médica responsável pelo diagnóstico e tratamento das doenças do coração e de outras estruturas do sistema circulatório. Hoje,14 de agosto, é celebrado o Dia do Cardiologista. Sempre pensando no melhor para os seus pacientes, o Instituto de Oncologia do Paraná – IOP conta com o apoio do cardiologista Sanderson Cauduro para os atendimentos de cardio-oncologia.

O especialista explica que a cardio-oncologia é importante durante os tratamentos contra algum tipo de câncer. “Os pacientes que estão passando por alguma terapia curativa podem necessitar do acompanhamento clínico, laboratorial ou por imagem de um cardiologista especializado em oncologia. Inclusive, as avaliações da saúde cardíaca do paciente são iniciadas antes do tratamento oncológico.”

Alguns dos procedimentos realizados, como quimioterapia e radioterapia, podem acarretar ou desequilibrar problemas prévios do sistema cardiovascular. A probabilidade é maior se o paciente tem riscos para doença cardíaca, como diabetes, hipertensão, sobrepeso ou obesidade, arritmias, insuficiência cardíaca ou infarto prévio, dentre outros. Ao iniciar o tratamento é importante procurar o médico cardiologista recomendado pelo oncologista para evitar futuras complicações.

O alerta vale também a pacientes que já fizeram o tratamento do câncer e que podem desenvolver cardiotoxicidade (dano cardíaco) nos primeiros meses ou até mesmo vários anos após a terapia. Os efeitos colaterais do tratamento contra o câncer variam para cada paciente, uma vez que algumas pessoas não apresentam reações que afetem a rotina, enquanto outras necessitam de mais tempo para a recuperação após uma dose de quimioterapia, por exemplo. “Cada caso deve ser analisado individualmente, para minimizar os efeitos colaterais e formas de proteger o coração. O diagnóstico precoce e tratamento adequado, seja ele medicamentoso e ou mudança do estilo de vida, proporciona sempre os melhores resultados e consequentemente ganho de qualidade de vida”, cita Cauduro.