Oncologia TransIacional encerra Ciclo de Palestras do IOP sobre Biologia Molecular

5 de dezembro de 2016

O Instituto de Oncologia do Paraná (IOP) realizou na última quinta-feira, dia 1º, o último de seus quatro módulos dedicados aos Fundamentos da Biologia Molecular discutindo a Oncologia Translacional.

As palestras foram realizadas por Luciane de Lima, graduada em Farmácia pela Universidade Federal de Alfenas (MG) e com mestrado e doutorado em Hematologia pela Universidade de São Paulo (USP), e por Fernanda Trigo, graduada em Ciências Farmacêuticas pela Universidade de Rio Preto (SP) e doutora em Clínica Médica, subárea de Hematologia pela Universidade de Rio Preto (SP), que abordaram temas como: “Introdução a Oncologia Translacional”, “Desenvolvimento de drogas-alvo moleculares para o câncer (Fases Pré-clínicas)”, subdivido em Descoberta de novos alvos tumoraisValidação de um novo alvo tumoralDesenvolvimento de novos medicamentos para o câncer, “A História do derivado de 2-fenilaminopirimidina”, “Estudos Clínicos (Fases I, II e III)”, “Desfecho da Oncologia Translacional” e “Desafios na descoberta de novas drogas contra o câncer”.

De acordo com Fernanda Trigo, “A medicina translacional ou oncologia translacional, no caso da área de oncologia, nada mais é do que realizar a transposição dos dados e resultados de pesquisa e ciência básica, que acontece nas universidades e em centros de pesquisa e desenvolvimento, para a realidade clínica do paciente, otimizando meios de diagnóstico e desenvolvendo tratamentos mais eficazes e seguros. Fazer medicina ou oncologia translacional é fazer com que a pesquisa de bancada atinja o seu real propósito e objetivo inicial que é o paciente, fechando o ciclo de uma pesquisa efetiva”.

São cada vez mais importantes os estudos clínicos (EC) no desenvolvimento de uma medicação para a terapia de uma determinada doença. Por isso os EC são desenvolvidos em várias fases, para determinar a dose segura, verificar eficácia e segurança de um determinado medicamento e comparar a segurança, eficácia do agente e intervenção com o atual tratamento padrão.

Estiveram presentes no evento oncologistas clínicos, farmacêuticas, enfermeiras, nutricionistas e profissionais da área da saúde.

Buy traffic for your website