Segurança do paciente é uma das prioridades do IOP

17 de setembro de 2021

A Organização Mundial da Saúde – OMS definiu o dia 17 de setembro como o Dia Mundial da Segurança do Paciente. O objetivo da data é conscientizar profissionais de saúde, gestores, órgãos governamentais, pacientes, educadores e sociedade civil sobre a necessidade da implementação de práticas de segurança dentro dos serviços de saúde. A ação visa mitigar os riscos e danos ao paciente, além de, também, refletir na melhoria da qualidade e do cuidado prestado nos serviços de saúde.

No Instituto de Oncologia do Paraná – IOP, a segurança do paciente é uma prática e preocupação constantes. Para tanto, o Plano de Segurança do Paciente (PSP) mantém-se atualizado e sempre disponível, para melhor direcionamento da equipe e cuidado ao paciente. O PSP é um documento que direciona a assistência de forma ampla e abrangente, e é constituído de orientações técnicas e administrativas que tem como objetivo prevenir a ocorrência de incidentes e eventos adversos relacionados à assistência. “Nosso objetivo, além de regulamentar as ações de segurança, é mapear os riscos institucionais e promover ações que garantam o cumprimento das metas internacionais de Segurança do Paciente. Prezamos por práticas diárias que estimulem a comunicação efetiva entre os profissionais das áreas e incluam o paciente e os familiares na assistência prestada, promovendo um ambiente seguro, humanizado e empático”, aponta a diretora de Enfermagem, Sabrina Nunes Garcia, do IOP.

Pequenas ações, grandes passos para a segurança

As Metas Internacionais de Segurança do Paciente estabelecidas pela OMS devem ser seguidas em todas as instituições de saúde, conforme perfil de atendimento. No IOP, as metas implantadas são:

1. Identificação correta do paciente;
2. Comunicação efetiva entre profissionais de saúde;
3. Cadeia medicamentosa;
4. Higienização das mãos;
5. Risco de queda.

Como dar a sua contribuição para garantir a segurança?

Paciente: procure envolver-se ativamente no seu próprio cuidado, o chamado autocuidado. Anote suas perguntas para não esquecer no dia da consulta ou sempre que necessitar e faça-as aos profissionais de saúde que o assiste. Lembre-se: cuidados de saúde começam com uma boa comunicação. Forneça, também, informações precisas aos profissionais de saúde sobre seu histórico de saúde.

Profissional de saúde: inclua o paciente em seus cuidados e promova uma assistência segura, direcionada e empática. Aproveite as oportunidades para ampliar seu desenvolvimento profissional contínuo, pois isso ajudará a melhorar as suas habilidades e conhecimentos relacionados à segurança do paciente.